O Planejamento Estratégico sem plano: uma análise do empreendedorismo urbano no Brasil

Eugênio Silva

Resumo


O modelo de planejamento estratégico de cidades chega à América Latina, passando a ser adotado em cidades brasileiras, com a formulação de planos estratégicos, desde a década de 1990. Em muitas cidades, porém, o padrão de produção da cidade não se deu de acordo com o modelo adotado internacionalmente, mas desenvolveram uma espécie de “planejamento estratégico sem plano” ou “empreendedorismo periférico”, no qual buscam construir atributos para qualificarem sua inserção no cenário competitivo internacional e regional, através da imitação de outros centros urbanos.

http://dx.doi.org/10.17127/got/2012.2.012

 

Data de submissão: 2012-10-10

Data de aprovação: 2012-12-17

Data de publicação: 2012-12-30

 


Texto Completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Entidades Patrocinadoras