O zoneamento urbano como estratégia de preservação da paisagem cultural do centro histórico de Pelotas, RS

Francine Ribeiro, Sidney Vieira

Resumo


Resumo: O presente artigo trata das zonas de preservação do patrimônio cultural da cidade de Pelotas e de sua importância como instrumento de preservação das áreas da cidade destinadas à memória histórica, arquitetónica e cultural. Tais zonas foram delimitadas seguindo o processo de formação e desenvolvimento urbano da cidade, essas definem e valoram paisagens levando em consideração o entorno e os aspetos culturais que compõem todo o conjunto da cidade. Neste artigo é analisado como foi o processo de transformação urbana no centro histórico de Pelotas e suas implicações baseado num contexto histórico, social, econômico e político.

Palavras-chave: zonas de preservação; paisagem cultural; centro histórico; políticas públicas

http://dx.doi.org/10.17127/got/2014.6.016

 

Data de submissão: 2014-09-19

Data de aprovação: 2014-12-16

Data de publicação: 2014-12-30

 


Texto Completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Entidades Patrocinadoras