AÇÕES DE MITIGAÇÃO E COMPENSAÇÃO AMBIENTAL DOS IMPACTOS CAUSADOS PELA CONSTRUÇÃO DA BR-242/TO

Ana Paula Lustosa Ribeiro, Luiz Sérgio Vanzela, Evandro Roberto Tagliaferro, Cleber Fernando Menegasso Mansano

Resumo


A rede rodoviária no Tocantins é de fundamental importância para o desenvolvimento das atividades produtivas e de expansão do estado. A rodovia BR-242/TO, objeto desta pesquisa, situa-se no sudeste do Estado do Tocantins, e irá interligar e servir três estados da federação brasileira – Bahia, Tocantins e Mato Grosso –, com uma extensão de 262 km, passando pelos municípios de Taguatinga, Paranã e Peixe. Objetiva-se, com este estudo, descrever e avaliar as ações de compensação ambiental dos impactos na fauna, flora e recursos hídricos, originados da implantação da rodovia (BR-242/TO). Para esta análise, utilizaram-se os resultados do relatório de Supressão de Vegetação e Resgate de Flora; os resultados do relatório de Afugentamento e Salvamento de Fauna Silvestre; e o relatório do Programa de Monitoramento dos Corpos Hídricos, documentos produzidos entre os anos de 2016 e 2019, no âmbito da execução dos serviços de gestão ambiental das obras de implantação da rodovia BR-242/TO. A gestão ambiental implantada na construção da rodovia contribuiu para resultados positivos, com seus programas de resgate da fauna, flora, coleta de sementes e a coleta de amostra de água dos rios para análise da qualidade da água. As medidas de mitigação e compensação implantadas antes, durante e depois da obra, podem diminuir, drasticamente, os impactos ambientais no meio ambiente, resultando na sustentabilidade ambiental da obra, ganhos para o meio ambiente e para as comunidades do entorno do empreendimento construído.

Palavras-chave: Rodovias; Meio ambiente; Conservação; Fauna; Flora

Data de submissão: 2021-06-25

Data de aceitação: 2022-12-21

Data de publicação: 2022-12-31

 


Texto Completo: 03

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Entidades Patrocinadoras