UM OLHAR SOBRE A GEODIVERSIDADE EX SITU NO ENTORNO DA PRAÇA JOÃO PESSOA, JOÃO PESSOA, PARAÍBA, NORDESTE DO BRASIL

Luciano Schaefer Pereira, Thiago Gomes Medeiros

Resumo


O entorno da Praça João Pessoa apresenta prédios e monumentos de inegável importância política, cultural, artística e histórica, alguns que remontam aos primórdios da fundação da cidade. Destacam-se o Tribunal de Justiça e o Conjunto dos Jesuítas, que atraem um grande fluxo de turistas. No centro, foi erguido o Monumento a João Pessoa, formado por uma rocha granitoide que inexiste in situ na Capital. Outros tipos líticos variados e raros ornam internamente essas edificações. Condições naturais específicas possibilitaram que determinados aparatos, a exemplo do uso da terra e do mar, as construções e estabelecimentos humanos criassem o trabalho humano que resultou na expansão da capital paraibana. Neste trabalho fez-se uma avaliação integrada entre os diversos elementos da geodiversidade e o patrimônio em questão, por meio da análise de documentação produzida durante o período colonial, na forma de textos, cartas e iconografias e de trabalho de campo, visto que este diálogo de intercruzamento geodiversidade-cultura se apresenta praticamente lacunar nas Geociências.

Palavras-chave: Geodiversidade ex situ; Património Cultural; Cultura; Praça João Pessoa; Paraíba

Data de submissão: 2021-01-31

Data de aceitação: 2022-02-16

Data de publicação: 2022-07-28

 

 


Texto Completo: 002

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Entidades Patrocinadoras