SOLIDARIEDADE FRENTE À DESIGUALDADE EM TEMPOS DE PANDEMIA: UM OLHAR A PARTIR DE CURITIBA (BRASIL)

Simone Polli, Carolina Gama, Mariana Kszan, Alessandro Lunelli, Aline Sanches

Resumo


O artigo tem como objetivo apontar as ações de solidariedade originadas devido ao Covid-19, voltadas a territórios vulneráveis em Curitiba. Baseia-se na experiência de elaboração do “Mapa da Solidariedade”, uma ação de extensão universitária, que conecta territórios vulneráveis com possíveis doações, identificando grupos sociais impactados pela crise. Considerando que a população em situação de precariedade habitacional sofre mais significativamente o impacto da doença, o artigo explicita a desigualdade social e a sua distribuição espacial, priorizando iniciativas de movimentos e pequenos grupos organizados. Por meio da combinação de dados técnicos, trabalhos acadêmicos e das novas territorialidades originárias das práticas insurgentes, as ações foram cadastradas e espacializadas por meio de Sistema de Informação Geográfica. Nota-se a existência de redes locais de solidariedade existentes antes do início da pandemia, que conseguem articular ações em situação de emergência. Aponta-se a necessidade de elaboração de planos emergenciais municipais que oferecerão suporte para atender a esses grupos de maneira preventiva.

 

Palavras-chave: Solidariedade; Mapeamento; Covid-19; Vulnerabilidade Social; Territorialidade; Curitiba

Data de submissão: 2021-06-17

Data de aceitação: 2022-06-17

Data de publicação: 2022-07-28

 


Texto Completo: 001

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Entidades Patrocinadoras